Intervenção Social: Cascais ganha 17 selos de boas práticas

Dos 18 projetos apresentados pelo Conselho Local de Ação Social de Cascais (CLAS) 17 foram premiados com selos de Boas Práticas de Intervenção Social, esta 2ª feira, na cerimónia de atribuição que decorreu em Lisboa.

Os projetos vencedores são o resultado do trabalho, em parceria, de 15 organizações sociais do município, em áreas de intervenção tão diversas como: idosos, crianças e jovens, saúde mental, deficiência, empregabilidade, diversidade, carência socioeconómica, insalubridade e acumulação, pessoas em situação de sem abrigo e planeamento/PEDS.

Um trabalho em rede que fomenta a inovação

As organizações de Cascais têm demonstrado que, através de um trabalho em rede de cooperação e de parceria, constroem uma presença positiva, na promoção de bem-estar social e coesão territorial, respondendo às necessidades das pessoas. Esta é a missão da Rede Social de Cascais!

Uma missão que se assume como dinâmica, dedicada e inovadora, e como tal, chega onde importa: às Pessoas! A qualidade de vida e o bem-estar da população, é onde as organizações da Rede Social de Cascais querem chegar, ao promover um conjunto alargado e diversificado de respostas sociais na comunidade.

Ontem, a missão da Rede Social de Cascais voltou a ser reconhecida durante a 3ª edição do concurso, ao distinguir as organizações sociais de Cascais com 17 Selos de Boas Práticas de Intervenção Social.

Este ano, o concurso contou no global, com 88 candidaturas de 7 Conselhos Locais de Ação Social: Amadora, Cascais, Oeiras, Odivelas, Loures, Vila Franca de Xira e Caldas da Rainha. Do conjunto total de candidaturas, o júri da Rede Social Supraconcelhia da Grande Lisboa atribuiu o Selo a 43 projetos que, no seu parecer, refletem inovação e mudança na comunidade.

Projeto a projeto: os vencedores

ABLA – Associação Beneficência Luso-Alemã

Gabinete Divida Zero

O Gabinete Divida Zero foi criado para combater a iliteracia financeira, ajudar as famílias endividadas a gerir o seu orçamento familiar e a renegociar as dividas, de forma a permitir o cumprimento dos seus compromissos financeiros. Ao contrário do que acontece noutros gabinetes, a consultoria prestada no gabinete Divida Zero é realizada de forma gratuita e acessível a toda a comunidade.

https://www.abla.org/o-que-fazemos-recursos-comunidade.html

ARIA

Serviço Móvel de Prevenção e Promoção da Saúde Mental – SMSM

É um programa de prevenção e promoção da saúde mental, cuja intervenção contempla a sensibilização e informação, mas também a disponibilização de estratégias/ferramentas para agir na vida quotidiana. A intervenção é realizada junto de diversos contextos – agrupamentos escolares e universidades (adolescentes e jovens estudantes); serviços públicos de âmbito local e nacional (câmaras municipais, juntas de freguesia, Instituto de Segurança Social, IPDJ); IPSS com várias respostas sociais (adultos e seniores, utentes e funcionários.

A criação de uma unidade móvel, distingue o Projeto SMSM , de outras ações  pois  possibilita a dinamização de sessões de sensibilização/capacitação, em saúde mental in loco (nas entidades parceiras). A sua gratuitidade facilita a acessibilidade dos seus beneficiários e profissionais às iniciativas de prevenção e promoção da saúde mental.

CADIN Neurodesenvolvimento e Inclusão

Bolsa Social

A Bolsa Social do CADIN é um fundo constituído por doações para garantir o acesso aos cuidados de saúde mental de crianças, jovens a adultos em condições de igualdade.  Apresenta-se inovador em três vertentes:

  • Por desenvolver um programa de intervenção cujo objetivo é a integração nos contextos naturais de vida, evitando a institucionalização;
  • Por englobar a intervenção integrada que atua em quatro eixos:
  • clínico (diagnóstico e terapêutica)
  • funcional (reabilitação funcional e capacitação para a inclusão)
  • familiar (capacitação da família para apoiar o processo de inclusão)
  • comunitário (capacitação de professores, cuidadores e outras pessoas que possam auxiliar a inclusão nos contextos comunitários);
  • Por ser um programa que se destina a pessoas de todos os estratos sociais, no qual o principal fator de inovação é a equidade na utilização de serviços. Na prática, isto traduz-se no empoderamento dos beneficiários. 

Câmara Municipal de Cascais

PEDS 2020-2023

“Do Planeamento a Ação: construção de uma cultura de planeamento em rede” apresenta o processo de conceção e implementação do sistema de planeamento e monitorização da Rede Social de Cascais. A inovação nesta prática é o alinhamento e a operacionalização de um Plano Estratégico por todos os profissionais que integram redes de parceria na Rede Social de Cascais e a existência de um sistema de planeamento e avaliação, com instrumentos comuns, assim como a existência de momentos definidos de trabalho coletivo.

Bolsa de Emergência Social

Assegura apoios pecuniários pontuais para despesas emergentes de famílias, cuja situação se tornou vulnerável face ao contexto da pandemia. Apesar desta resposta ter resultado do agravamento da situação económica das famílias devido a pandemia, ela mantém-se em vigor. Esta iniciativa permitiu dar resposta a uma situação completamente nova, que foi a pandemia Covid 19 e consequente confinamento. Pretendeu prevenir que uma situação de privação pontual agravasse a equilíbrio económico de agregados familiares, equilibrados antes da pandemia.

Cartão Mais Solidário

No contexto da Pandemia de Covid 19 verificou-se um aumento no número de famílias em situação de fragilidade socioeconómica. Muitas famílias que se encontravam numa situação estável no contexto pré-pandemia, não estando

integrados em estruturas e/ou programas de apoio na privação, sofreram uma redução nos seus rendimentos, fruto de desemprego, layoff, entre outros, necessitando, por isso, de apoio no acesso aos bens essenciais como é o caso dos alimentares. Este foi o contexto favorável a experimentação de um novo modelo de acesso aos bens alimentares através de um cartão que permite às famílias acederem a estes bens junto de operadores comerciais, de uma forma digna, inclusiva, não estigmatizante, permitindo-lhes fazer as suas opções quanto aos produtos que melhor se adaptam ao seu perfil pessoal e cultural.

https://www.cascais.pt/cartao-mais-solidario

Programa de Bolsas Sociais | Creche | Jardim de Infância | Rede Privada 

Programa de atribuição das Bolsas Sociais destina-se a apoiar a frequência em Creches e Jardins-de-Infância licenciados da rede privada, de crianças de famílias residentes no concelho de Cascais, com baixos recursos financeiros, sem vaga na rede pública e solidária. Dar acesso às famílias e às crianças, a creches e jardins de infância, na rede privada, a custos reduzidos.

O compromisso entre diferentes atores socioeducativos do território, estabelecendo relações de confiança e cooperação na procura de soluções parte da rede privada, tem um modelo inovador, único no país. Esta resposta é promotora da qualificação técnico pedagógica dos profissionais.

https://vida.cascais.pt/bolsas-sociais

Câmara Municipal de Cascais, Centro Comunitário da Paroquia de Carcavelos, Centro Paroquial do Estoril e Fundação AJU

Mercearias Sociais

Assegura o acesso a bens alimentares as famílias que se encontram em situação de privação socioeconómica de uma forma mais digna e menos estigmatizante. A finalidade das Mercearias Sociais surge como alternativa à distribuição do cabaz alimentar as famílias. Permitem alguma escolha dos bens a adquirir nos momentos de aquisição, contribuem para uma maior adequação ao perfil individual e cultural dos beneficiários, reduzindo o desperdício alimentar.

Campitegra – Associação para o Desenvolvimento Social e Ambiental

Feira da Diversidade

A Feira da Diversidade é caracterizada como um espaço / momento de interação entre as Organizações Parceiras, nomeadamente, Empresas, Instituições da Economia Social e de Redes Nacionais e Internacionais de responsabilidade social com a comunidade em geral, nomeadamente empreendedores, desempregados e pessoas com incapacidade.

Esta metodologia/prática tem permitido a aproximação de outros públicos, permitindo aos parceiros envolvidos apresentar os seus produtos e serviços a toda a comunidade, numa atmosfera informal que favorece o networking, novas parcerias e outras oportunidades, representando um fator promotor da inovação e de responsabilidade social.

Cascais Envolvente Gestão Social da Habitação

Espaço para viver

Um projeto que se reveste de natureza social e ambiental, e surge justificado pela necessidade crescente de intervir  em habitações onde se verifiquem situações de insalubridade e de acumulação, que têm um impacto bastante negativo na vida das pessoas, a nível físico, emocional e social, pretendendo-se por esse motivo libertar os fogos municipais de lixo e objetos não necessários, contribuindo para um benefício global do indivíduo. A existência deste projeto faz com que haja um acompanhamento direto e próximo antes, durante e após todo o processo de diagnóstico e intervenção

https://www.cascais.pt/empresa-municipal/cascais-envolvente-gestao-social-da-habitacao-em-sa

Centro Social Paroquial de S. Vicente de Alcabideche

Projeto Mimar

O Projeto ‘Bonecas Mimar’ trata-se de uma parceria com a Associação Mimar (IPSS que visa o acolhimento de crianças em perigo dos 0 aos 6 anos) através da elaboração de bonecas de pano a serem utilizadas no trabalho entre as psicólogas na Mimar e as crianças. O principal objetivo desta parceria é a partilha e transferência de valor daqueles que são os conhecimentos dos idosos e das suas habilidades de costura e confeção de bonecas de pano. Através da dinamização desta atividade, torna-se possível:

  • Promover o desenvolvimento ocupacional dos idosos participantes na atividade e ainda
  • contribuir de forma significativa o valor dos ‘objetos’ no desenvolvimento e acompanhamento psicológicos das crianças que frequentam a casa Mimar.

Projeto Inovação Digital no Trabalho Multidisciplinar

É um projeto de intervenção e inovador para a Estrutura Residencial para Idosos (ERPI) que não dispunha de nenhum meio digital para elaboração de registos. Teve como principais objetivos a interligação de informação e o registo credível e informatização de todos os processos existentes em contexto de ERPI. Através da plataforma informática ‘Ankira’ e com as devidas alterações, otimização e customização à medida da ERPI, tornou-se possível trabalhar numa lógica de equipa e de registos de acesso a todos os intervenientes no processo de intervenção com o utente.

CERCICA

PT Art em Matarraque

Este projeto surge da necessidade de recuperar espaços vandalizados na zona de S. Domingos de Rana, utilizando o azulejo como expressão de arte urbana e ferramenta para a inclusão social. Esta iniciativa assume um papel promotor de um verdadeiro exercício de cidadania ativa e em várias dimensões:

a)Na dimensão pessoal: os Artistas interiorizaram a responsabilidade subjacente ao sucesso do projeto que se traduz no empenho e qualidade do trabalho produzido.

b)Na dimensão social: os conhecimentos destes Artistas são colocados ao serviço da Comunidade, através da realização de workshops de azulejaria passando a existir um reconhecimento destas pessoas como produtores de Arte.

https://www.cercica.pt/

Fundação AJU-Jerónimo Usera, Associação de Solidariedade Casa da Sopa Mãe Maria de Nazaré e Câmara Municipal de Cascais

Bancos de Bebé

Proporciona gratuitamente às famílias em situação de vulnerabilidade socioeconómica, a condição necessária e imprescindível ao normal desenvolvimento da mãe gravida, do recém-nascido e do bebe nas suas diversas fases de desenvolvimento, com alimentos específicos, produtos de higiene adequados e com vários artigos de puericultura.

A inovação passa pela resposta específica na área primordial do desenvolvimento humano (gravidez, recém-nascidos e bebés); pelo suporte emocional, sentimento de segurança e de conforto na fase de gravidez; pelo acompanhamento na fase da gravidez e durante o crescimento do bebé; e pela organização dos bens num espaço físico organizado de acordo com as faixas etárias.

Junta Freguesia S. Domingos de Rana

Clínica Mente Sã

Com o objetivo fundamental de dar uma resposta à necessidade sentida pela população e também pelas instituições da Freguesia (muitas das quais com projetos de prevenção primária que requerem muitas vezes o reencaminhar para serviços na área da saúde mental), a Junta de São Domingos de Rana, enquanto agente promotor do bem-estar da população, apostou na criação de uma valência de saúde/clínica de prevenção secundária.

A forma integrada dos diversos serviços, implantados em várias localizações da freguesia simplificou o acesso as respostas na área da saúde necessárias a toda a população. Um dos pilares deste projeto assenta na proximidade e na facilidade do acesso aos serviços.

https://www.jf-sdrana.pt/comunicacao/noticias/Clinica-Mente-Sa-de-Sao-Domingos-de-Rana/2463/

SER+

Cascais Saí à Rua – Porque é possível acabar com as situações de sem-abrigo

O Projeto Cascais Sai à Rua (CSR) é desenvolvido numa parceria entre a SER+ – Associação Portuguesa para a Prevenção e Desafio à Sida (Ser+) e a Câmara Municipal de Cascais e consiste na implementação de uma equipa multidisciplinar de Gestores de Caso especializados na intervenção com pessoas em situação de sem abrigo (PSSA) e gabinete de psicologia. Este projeto concorre para a consecução do Plano Estratégico de Desenvolvimento de Cascais.

Uma solução inovadora são os Diagnósticos Psicossociais Especializados e Acompanhamento Móvel e Intensivo dos utentes.

https://www.cascais.pt/cascais-sai-rua-porque-e-possivel-acabar-com-situacoes-de-sem-abrigo

União de Freguesias de Cascais/Estoril

Positiva(mente)

POSITIVA(MENTE) é um projeto inovador na área do envelhecimento ativo que através de conceitos da Psicologia Positiva pretende promover o bem-estar psicológico dos seniores, empoderá-los e combater o idadismo. Encontrou nas novas tecnologias e nas redes sociais um grande aliado, mas estas eram limitativas para quem não as domina e não tem acesso a elas. Por isso mesmo, para essas pessoas encontrou-se a carta e o telefonema como meios de fazer chegar as atividades e ter feedback com e desses seniores.

 http://jf-cascaisestoril.pt/

30 de Novembro de 2022
Rita Pereira